Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Cuidados’ Category

Cosméticos são produtos amplamente utilizados e que podem provocar alergia. Compreendem substâncias presentes em maquiagens, perfumes, tinturas, alisadores capilares, depiladores, desodorantes, produtos para banho, cremes dentais, sabonetes, hidratantes, esmaltes de unhas, entre inúmeros outros produtos.

A incidência desta alergia é baixa, se considerarmos a quantidade de pessoas e o número imenso de produtos utilizados no mundo todo, sendo mais freqüente nas mulheres do que nos homens. No entanto, esta proporção tem se modificado nos últimos anos devido ao maior número de homens que passaram a utilizar cosméticos em sua rotina diária.

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Criança pode ser vaidosa e se enfeitar. Quem não gosta? Isso é normal. Mas, a brincadeira tem limites quando se fala de maquiagem, pois pode causar alergia!

O que antigamente se fazia esporadicamente, numa apresentação de dança ou num casamento, como as damas de honra, hoje se torna cada vez mais prematuro, crescendo o número de meninas que usa maquiagem no dia-a-dia.

Estojos coloridos, esmaltes purpurinados, desenhos com florzinhas, certamente são uma verdadeira tentação à vaidade das meninas. É bom ressaltar que o cuidado com a aparência é um aspecto positivo para crianças e adultos.

Mas, cuidado com o exagero: quanto mais cedo a criança usa produtos de beleza, mais precoce poderá ocorrer sensibilização e aparecimento de alergia. Da mesma forma, quanto maior o número de vezes em que a criança usa maquiagem aumenta as chances de alergia. A pele da criança é mais fina e sensível, com um poder de absorção diferente da pele dos adultos.

Hoje existem linhas especiais para maquiagem infantil, com menores quantidades de corantes e fragrâncias, com produtos hipoalergênicos, mas mesmo assim não são isentos de riscos e devem ser usados com moderação. A questão não é impedir, mas sim regular a forma e a freqüência com que as crianças lançam mão de cosméticos.

A alergia mais comum é a dermatite de contato, que não aprece da primeira vez, mas sim com o passar do tempo e com a repetição do uso. O problema é que uma vez instalada, a tendência alérgica ao produto permanece e reaparece sempre que voltar a utilizar aquela substância.

Aspecto das lesões: em geral se inicia com avermelhamento da pele e coceira. Com o passar do tempo tende a piorar surgindo erupção, descamação, edema (inchaço) e até bolhas.

O rosto e, em especial as pálpebras, são áreas sensíveis e podem manifestar a alergia. Os esmaltes, por exemplo, podem causar descamação e coceira nas pálpebras, devido ao ato de coçar. O uso de sombra e rímel pode irritar os olhos, pois como não estão habituadas, as crianças podem coçar ou esfregar com as mãos, provocando alergia e conjuntivite.

Como prevenir?

– Oriente a criança para usar em eventos especiais, mas não como um hábito.

– Ensine a criança a remover a maquiagem com produtos adequados antes de dormir.

– Se a pele está irritada ou apresenta algum tipo de problema ou machucado, não use a maquiagem, pois aumenta o risco de reações.

– Use produtos próprios infantis, autorizados pela ANVISA – são produtos hipoalergênicos, com baixo poder de fixação, que saem facilmente com água. Produtos para adultos não são adequados. Verifique na embalagem se há um número de registro que é precedido pelas iniciais MS, ANVS ou pelo nome Anvisa. Formulações sem corantes e sem álcool são sempre as melhores opções. – Consulte o manual de cosméticos infantis editado pela ANVISA.

– Não use maquiagens que acompanham brinquedos, pois não são formuladas com produtos próprios para a pele infantil. Cuidado com os estojos de maquiagem vendidos em lojas de brinquedos: costumam ser de baixa qualidade e origem duvidosa.

Fonte: Blog da Alergia

Read Full Post »

Aos 20 anos: Prevenir

Este é o momento de começar a se cuidar usando protetor solar  e antioxidantes para previnir o envelhecimento precoce da pele.

Aos 30 anos: Esfoliar

Nesta idade a pele começa a a ficar mais fina e está mais vulnerável ao ambiente. Além do protetor e antioxidantes, este é o momento para o cuidado com as células da pele.

Aos 40 anos: Estimular

Neste momento, você provavelmente vê linas aparecendo e os primeiros sinais de flacidez. É o momento de procurar um dermatologista e descobrir qual o melhor produto para tratar ou previnir.

Aos 50 anos ou mais: Firmar

A flacidez se une a rugas nas queixas destas idades. Não tem mágica para levantar a pele frouxa (ainda). Mas os dermatologistas recomendam alguns cremes que retardam a flacidez.

As informações foram tiradas e traduzidas do livro “Allure: confessions of a Beauty Editor“. Foram mantidas as informações principais, sem as indicações de cremes e remédios, pois acredito que a pele é diferente em cada pessoa e a melhor forma de cuidar e tratar é  conversar com um dermatologista.

Read Full Post »